Recepcionista de Hotel – O que faz? Porquê apostar no ramo?

Publicado em 2017-05-24

Com o aumento do turismo em Portugal, muitas são as profissões essenciais para que todo o sector funcione. No ramo da hotelaria, e já que as unidades hoteleiras têm “aparecido como cogumelos”, o recepcionista de hotel é das figuras mais importantes no primeiro contacto com o cliente

Neste artigo destacamos alguns dos principais aspectos, funções e perspectivas de emprego associados à profissão de recepcionista de hotel.

Recepcionista a atender um cliente prestando informações

O turismo em alta pode abrir perspectivas de emprego para a profissão de Recepcionista de Hotel

São cada vez mais recorrentes as notícias que anunciam o aumento do número de turistas em Portugal. A verdade é que não é preciso sequer olhar para um jornal para se reparar que o português não é a única língua que se ouve nas ruas. O turismo tem, de facto, tido um boom estrondoso e isso nota-se nas áreas que o rodeiam. As agências de viagem têm outra vez mais clientes, surgem mais empresas de animação turística e a restauração e hotelaria vão de vento em poupa. No ano passado já se tinha visto o reerguer destas duas áreas e 2017 não está a desiludir.

Para a Hotelaria, Fevereiro e Abril de 2017 foram os melhores de (quase) sempre. Só em Fevereiro, e tendo em conta que é época baixa, a taxa de ocupação foi de 55%. Com as férias da Páscoa em Abril, esse mês registou uma taxa de 65% de ocupação/quarto no Algarve. Seria preciso recuar até 2000 para encontrar um mês de Abril tão bom.

Só o primeiro trimestre deste ano já dá para “lançar foguetes”. O sector hoteleiro registou uma subida de 6,7% e as dormidas chegaram aos 8,8 milhões. O retorno disto tudo? “Apenas” mais 27,2 euros por quarto (das 8 milhões de dormidas!). Todas as regiões do país cresceram, à excepção do Alentejo.

hotéis em lisboa

Para acompanhar esta tendência de crescimento trimestre após trimestre, muitos são os investidores que procuram o seu lugar ao sol. Até ao final do ano estima-se que poderão nascer cerca de 40 hotéis. A consultora Cushman & Wakefield prevê que até 2018 sejam 75 os novos hotéis em Portugal.

A par do crescendo de turistas, dormidas e hotéis, aumenta também o emprego no sector. Desde o último trimestre de 2016 até ao mesmo deste ano foram criados cerca de 40 mil postos de trabalho na restauração e hotelaria. Assim sendo, é possível que venham a ser necessários profissionais preparados para trabalhar como recepcionistas de hotel e unidades turísticas.

Então, o que faz um recepcionista de Hotel ao certo?

Como tinha já tinha sido mencionado acima, o recepcionista de hotel é das primeiras impressões  da unidade hoteleira. É a ele que um cliente contacta quando faz o check-in e é a ela que recorre para resolver uma questão. Como a primeira impressão é aquela que fica, o sorriso e a boa disposição são essenciais para este trabalho. No que diz respeito à experiência de estadia dos clientes, o recepcionista pode também ajudar a contribuir para transmitir uma boa imagem do hotel e dos seus serviços. Por essa razão, esta é das figuras mais importantes e essenciais numa unidade hoteleira no contacto directo com os seus clientes.

As funções de um recepcionista pode variar de unidade para unidade hoteleira, no entanto, existem algumas transversais.

É da competência de um recepcionista de hotel gerir todos os pedidos e sistemas de reserva, assim como acolher os clientes. Este acolhimento passa por aplicar técnicas de atendimento ao cliente, muitas vezes, de várias nacionalidades. É também esta a figura que auxilia os visitantes na descoberta de locais turísticos e serviços dos quais necessitam. Outra das suas funções é a gestão das reclamações e a resolução das mesmas no sentido de melhorar o nível de satisfação dos clientes e proporcionar oportunidades de melhoria à unidade hoteleira em que se insere.

 

O atendimento ao cliente faz parte das funções de um recepcionista de hotel no seu dia a dia.

O atendimento ao cliente faz parte das funções de um recepcionista de hotel no seu dia a dia.

Para além do contacto com o cliente, existe toda outra parte técnica nas funções de um recepcionista de hotel. Compreender o funcionamento dos materiais tecnológicos da recepção é fundamental para que todo o hotel funcione da melhor forma. Em adição, é também o recepcionista de hotel que faz o controlo, o armazenamento e a dispensa de materiais na recepção (como os comandos do ar condicionado, por exemplo).

Uma boa memória, uma boa capacidade de organização e de comunicação, bem como, ser multi-task são competências cruciais para este trabalho.

Para a compreensão de todas as funções, há que conhecer também as unidades hoteleiras. Muitos são os locais onde um recepcionista de hotel pode trabalhar. Os hostels, que estão cada vez mais na moda, em unidade de turismo rural e apartotéis, são alguns dos sítios nos quais podem exercer a sua actividade.

E é mesmo preciso ter formação?

Verdade seja dita, existem pessoas que conseguem trabalhar enquanto recepcionistas de hotel sem formação na área. No entanto, o mercado está a tornar-se muito mais competitivo do que há alguns anos atrás. Actualmente são muitos mais os profissionais qualificados que as empresas optam por contratar. A hotelaria não é diferente. Ter uma formação neste ramo é estar à frente de muitos candidatos que não a têm.

recepcionista entrega um guia a um cliente

Em adição, ser recepcionista não é apenas “chegar, ver e vencer”. Existem conhecimentos por trás que uma formação adequada pode dar. Trata-se de gerir pagamentos, falar inglês (no mínimo) e ter conhecimentos a nível de tecnologia. Ninguém nasce ensinado e existem entidades que não querem investir tempo e recursos a instruir de raiz com as competências básicas os seus novos colaboradores.

CURSOS DE TURISMO DA MASTER D :

Curso de Gestão de Hostels e Alojamento Local

Curso de Turismo Ambiental e Rural

Curso de Técnico de Turismo

4 comentários a “Recepcionista de Hotel – O que faz? Porquê apostar no ramo?

  1. Paulo couto

    Ola,
    Estou bastante interessado em tirar um curso de recepcionista aqui em Portugal. Actualmente trabalho para a Disney nos Estados Unidos mas gostaria de voltar de fazer este curso em um curto prazo. (3meses)?
    Sera que me podem dar mais informações?
    Obrigado
    Paulo Couto

    Responder
  2. Richard

    Olá a todos. Só queria mencionar que ser rececionista é uma função agradável num hotel que permita boas condições aos empregados e cujo tipo de hóspedes seja também da preferência do rececionista. Servir vlpde efetivamente ser agradável e não há que ter vergonha (como já vi algumas vezes). Porém a primeira impressão, ou: a imagem da empresa é usada, abusada e explorada em muitos hotéis.
    Cada vez mais existem muitos rececionistas a serem alvo desta exploração e consequentemente a mudar de ramo e a causar dificuldades aos hotéis na sua procura de empregados. …Retirar condições, e a impor limitações a quem dá a cara; a quem é a imagem da empresa e trás os milhares de euros pelo serviço de excelência (ou quem dá a cara por tal empresa mal gerida e onde os clientes têm muitas vezes razão. Mas certas administrações são abutres de alto nível) é perfeitamente normal que os abutres fiquem sem ninguém. Apenas espero que os caros colegas de profissão que o fazem com gosto continuem de olhos abertos.
    Ser rececionista é dos empregos mais disponíveis, mas os piores a fazer. Já houve o tempo de se dar valor a bons empregados, agora estes não tem valor e são explorados.

    Responder
    1. masterd Autor do artigo

      Olá, Richard!
      Agradecemos o seu comentário! Efetivamente, o recepcionista de hotel, é das figuras mais importantes no primeiro contacto com o cliente e, por vezes, tem de lidar com situações delicadas. Tal como menciona, os bons colaboradores devem ser valorizados!
      Excelente intervenção, Richard!
      Atenciosamente,
      Master D

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *