Envelhecimento populacional – Procura de profissionais de cuidados geriátricos

Publicado em 2018-12-19

Envelhecimento populacional - Procura de profissionais de cuidados geriátricos

O envelhecimento populacional é uma realidade e Portugal não foge a este padrão. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), nos próximos vinte e cinco anos o número de idosos poderá duplicar o número de jovens.

Nas regiões mais desenvolvidas esta situação é ainda mais marcada, impulsionada pelo aumento da esperança média de vida. Por este facto, a procura de profissionais capacitados que prestem cuidados e promovam o bem-estar mental, social e físico torna-se imperativo e urgente. 

Envelhecimento populacional - Procura de profissionais de cuidados geriátricos

Investimento em lares de idosos em Portugal

Espelhando este paradigma os lares para idosos estão também a aumentar em Portugal. Atento a esta realidade, Phillipe Austruy, detentor do grupo belga SIS está a investir em Portugal criando uma rede de residências para a terceira idade e prevê-se a sua conclusão até final do ano de 2019: “As primeiras 14 unidades vão empregar 900 pessoas e oferecer mil camas a partir de 2019.” (Fonte: Jornal de Negócios)

Os indicadores de envelhecimento

Os indicadores de envelhecimento não mentem e a Pordata atualizou em junho de 2018 que o rácio rondava, no final do ano de 2017, os 153%.

Envelhecimento populacional - Procura de profissionais de cuidados geriátricos

 

 

 

 

 

 

A procura por profissionais especializados

As profissões especializadas nas áreas dos cuidados geriátricos encontram-se também em crescimento e não só em Portugal. Países como a Alemanha e o Reino Unido desde 2016 que vêm ao nosso país recrutar quem queira trabalhar nesta área e os salários são bastante tentadores. (Fonte: Diário de Notícias)

A formação ocupa aqui um lugar de destaque. As áreas dos cuidados de saúde e cuidados com a terceira idade pedem profissionais especializados e dotados de conhecimentos, técnicas, múltiplas competências e procedimentos inerentes à função.

Conheça aqui a opinião de uma formanda Master D.

Mas quais são afinal as funções gerais de um auxiliar de geriatria?

  • Prestar cuidados de higiene e conforto
  • Garantir apoio na alimentação
  • Promover atividades de animação por forma a potenciar o envelhecimento ativo
  • Auxiliar nas deslocações da rotina diária

Saiba mais sobre a formação Master D na área dos cuidados geriátricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *