• Partilhar:
Concurso para a GNR: Tudo que preciso de saber para a candidatura

Entrar na GNR não é impossível. A pesar de, todos os anos, as vagas serem poucas para a quantidade de candidatos que se inscrevem, a possibilidade de entrar poderá depender de uma boa prepração para as provas físicas e para as provas teóricas.

Já se decidiu a concorrer? Sim, então não espere pela abertura do próximo concurso porque pode e deve começar a preparar-se o quanto antes. Quer saber tudo o que tem de fazer desde o momento em que abre o concurso? Neste artigo explicamos tudo o que precisar de saber e fazer.

Como funciona a candidatura para concursos da GNR?

Assim que a Guarda Nacional Republicana pretende fazer um recrutamento, publica em Diário da República um aviso de abertura para admissão ao Curso de Formação de Guardas (CFG). A partir do dia da publicação, os candidatos têm 10 dias úteis para fazer a candidatura online no Portal do Candidato da GNR, onde lhes são pedidas varias informações desde habilitações literárias, medidas corporais e o número de vezes que se candidataram às forças de segurança (PSP e GNR).

Esta é a chamada fase de candidatura, onde a GNR irá analisar o formulário do candidato e verificar se este tem os requisitos mínimos para ser convocado para a fase seguinte que será a prova de conhecimentos.

Umas semanas depois, a GNR publica as listas referentes aos candidatos Aptos e Não aptos nesta primeira fase; os Aptos serão aqueles que preencheram corretamente o formulario e que têm os requisitos de admissão como idade, habilitações literárias, altura, etc.

Deve saber que todas a comunicações oficiais, convocatórias e informações relativas ao procedimento concursal são feitas por e-mail pela GNR e colocadas no Portal do Candidato.

 

Como posso preparar-me para entrar na GNR?

Todos os anos os candidatos passam por diversos métodos de seleção, tais como prova de conhecimentos, provas físicas, psicotécnicos, psicomotores, entrevista e avaliação médica, e para todas elas é necessária uma boa preparação.

No concurso de outubro de 2020 candidataram-se cerca de 6500 e aprovaram em todas as fases apenas 900 (divididos em duas tranches), o que revela que as provas são bastante exigentes.

A formação de Preparação para Admissão ao Curso de Formação de Guardas da GNR da Master D ajuda os candidatos na prova de conhecimentos, provas físicas, psicoténicos, psicomotores e entrevista com conteúdos programáticos, atividades didáticas e um acompanhamento personalizado dos e-Tutores.

candidatura gnrA fase onde a maioria dos formandos tem dificuldade e sente alguma preocupação é na prova de conhecimentos, porque é uma prova bastante complexa, que integra diversas temáticas, como a legislação da GNR, cultura geral, português, etc. Esta prova é muito importante, porque tem uma ponderação de 50% na classificação final do candidato (50% da nota final).

Muitos dos candidatos julgam que basta ter a nota mínima de 9,50 valores para serem convocados para a fase seguinte, mas na verdade não é bem assim.

Na GNR, a nota mínima para ser chamado para a prova seguinte (provas físicas) depende muito das notas dos restantes candidatos, porque se 6000 tiverem nota positiva, a Guarda normalmente não chama os 6000, mas sim os 3000 com melhores notas (por exemplo).

No concurso de setembro de 2020, numa primeira fase chamaram apenas os candidatos que tiveram nota iguais ou superiores a 13,75 valores. Assim, destacamos a importância do estudo e preparação para esta primeira prova.

Tal como os restantes métodos de seleção, as provas físicas podem manter-se de ano para ano, mas há sempre a possibilidade de sofrerem alterações. Este ano, 2021, as provas foram alteradas ao nível dos objetivos pedidos para cada um destes. Em todas estas provas, os candidatos têm que aprovar em todos os desafios propostos e têm uma ou duas tentativas para a concretização de cada prova.

Na maioria dos casos, os formandos que entram para a formação de Preparação para Admissão ao Curso de Formação de Guardas da GNR da Master D, constam de uma enorme dificuldade na resistência, ou seja, no teste de Cooper, que corresponde à corrida de 12 minutos, sendo que esta é a última prova a ser realizada nos testes práticos.

Os candidatos chegam a esta com uma enorme fadiga e cansaço quando não treinam de forma consistente e quando não se preparam devidamente. Assim, esta é também uma fase que exige um treino constante com um acompanhamento personalizado.

Depois desta fase, os candidatos são convocados para fazer a avaliação psicológica, que está dividida em três fases:

  1. Psicotécnicos;
  2. Psicomotores;
  3. Entrevista.

A fase dos psicotécnicos é uma fase onde muitos são considerados Não Aptos, talvez por falta de preparação, ou por não saberem o que é em concreto e o que esperar. Os psicotécnicos são exercícios que testam a capacidade de raciocinio numérico, abstrato, lógico, entre outros; que pode ser trabalhada, percebendo como são feitos os exercícios, o que pretendem medir e praticando.

Os psicomotores são também uma novidade para muitos, pois esta fase não é feita em concursos como os da PSP. Esta prova consiste em testar a capacidade motora dos candidatos com alguns exercícios de rapidez e coordenação de movimentos (prova feita no computador).

A fase da entrevista é aquela em que os candidatos se preparam menos, pois muitos vão com a ideia de que será uma entrevista como tantas outras que fizeram para outros empregos. No entanto, é bastante diferente pela natureza do cargo e das funções a desempenhar e, por este motivo, é necessária alguma preparação, pois vão estar perante um juri e serão alvo de uma avaliação psicológica minuciosa.

As entrevistas nunca são iguais, por isso decorar respostas a determinadas questões não é solução; o candidato deve ter uma preparação atempada e adequada.

O que mudou no Concurso para Formação de Guardas da GNR em 2021?

À semelhança da PSP, neste último concurso de abril de 2021, surgem algumas alterações nos requisitos, tais como as tatuagens. A partir deste ano, serão permitidas tatuagens em todo o corpo, exceto cabeça, pescoço, mãos e braços (do cotobelo para baixo). Atenção, porque mesmo as tatuagens em zonas permitidas têm regras, como: não terem referências de caráter partidário ou político, extremistas, racial ou que incitem a qualquer tipo de violência.

A matriz da prova de conhecimentos é também uma novidade, porque além dos típicos temas que têm vindo a sair na prova, nomeadamente Língua Portuguesa, cultura geral e Legislação da GNR, este ano a GNR decidiu englobar mais três temas: Constituição da República, Organizações/Instituições da União Europeia e a Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Outra alteração evidente encontra-se nos exercícios das provas físicas. Neste concurso, as provas da GNR são compostas pelos seguintes exercícios:

  • Equilíbrio elevado no pórtico com 5 metros de altura e 30 centímetros de largura;
  • Salto do muro sem apoio (Masculino – 0,90 metros e feminino – 0,70 metros);
  • Flexões de braços na trave, apenas para os masculinos (2 flexões);
  • Extensões de braços no solo, apenas para os femininos (11 extensões);
  • Flexões de tronco à frente durante 1 minuto – Abdominais (Masculino – 26 e feminino – 21);
  • Teste de Cooper – Corrida de 12 minutos planos (Masculino – 2400 metros e feminino – 2000 metros).

Em 2021 houve igualmente algumas alterações na tabela de inaptidões, referentes a situações médicas.

 

Como a Master D pode ajudar na Preparação para o concurso público da GNR?

A Master D tem uma preparação bastante completa no que se refere aos métodos de seleção, porque prepara todos os formandos de forma eficaz e personalizada com a ajuda dos e-Tutores.

As opiniões de formandos que passaram nos exames das forças de segurança e os resultados dos concursos anteriores, provam que uma boa preparação pode ser decisiva para o sucesso da candidatura.

Preparação para a prova de conhecimentos 

concurso gnrA preparação para a prova de conhecimentos passa pelo estudo de manuais sobre a matéria abordada na prova oficial, exercícios e webinares temáticos.

Além disto, todos os formandos terão a oportunidade de participar em simulacros, que consistem numa simulação do dia da prova.

Aqui, terão de realizar uma prova escrita semelhante a provas oficiais de anos anteriores, para que possam testar os seus conhecimentos e consigam perceber se estão preparados ou não, compreendendo ainda onde sentem mais dificuldades.

O grau de exigência dos simulacros é tão ou mais difícil que as provas oficiais, preparando da melhor forma os futuros candidatos.

Preparação para as provas físicas 

A condição física é também uma parte importante a trabalhar com alguma antecedência. Na Master D, trabalhamos a componente física com o objetivo de que todos os formandos concluam com distinção as provas físicas a que se propõem. São realizados treinos online três vezes por semana para todos os formandos a nível nacional.

Existe igualmente um acompanhamento personalizado a cada formando, em que é feito um plano de treino específico, de acordo com as suas maiores dificuldades. Semanalmente, são realizados desafios propostos pelo e-Tutor, de forma a manter os formandos ativos e em boa forma física.

São ainda realizados simulacros de seis em seis meses em cada um dos centros formativos, ou seja, Lisboa, Porto, Coimbra e Faro, que têm como principal objetivo a simulação das provas físicas do concurso.

Os Testes Psicotécnicos 

Os psicotécnicos devem ser preparados também com alguma antecedência, porque as capacidades e aptidões são algo que é melhorado com algum tempo e esforço. A Master D disponibiliza um módulo dedicado a esta temática, que inclui vários manuais acerca dos tipos de psicotécnicos, alguns exercícios e a sua resolução.

A fase dos psicomotores é trabalhada apenas com a sugestão de jogos e APP’s online, onde o formando pode ir praticando a sua capacidade motora e rapidez de reação.

Os formandos da Master D, na formação de Preparação para Admissão ao Curso de Formação de Guardas da GNR, preparam-se para a fase da entrevista estudando manuais de diretrizes, com o objetivo de terem consciência de si próprios. Após o autoconhecimento, o formando poderá fazer uma simulação de entrevista com o seu preparador/orientador, e poderá repeti-la mais do que uma vez se sentir que é necessário.

Se quer entrar para as forças se segurança, prepare-se com quem já tem experiência. Prepare-se com a Master D.

 

Preparaçao Admissao GNR - Banner

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes:

Categorias:

Conteúdos em Destaque:

Siga-nos:

Últimas notícias

Sobre a Master.D