Turismo na região centro – mais investimento em novos hotéis

Publicado em 2017-11-28

No próximo ano espera-se o nascimento de nove hotéis no Centro de Portugal. Já a região do Algarve vai ter apenas metade das aberturas. O investimento no Turismo na região centro está a ser cada vez maior.

Apesar de a maior fatia de investimento continuar a pertencer a Lisboa e ao Porto, já em 2013 que o turismo na região centro do país se encontra na mira dos investidores e de grupos hoteleiros.

Coimbra - uma das cidades que está a crescer quanto ao turismo na região centro

Coimbra – uma das cidades que mais está a crescer quanto ao turismo na região centro

Raul Martins, presidente da Associação da Hotelaria de Portugal, afirmou que “ o turista hoje não vem para a praia e, se vier, vai também para mais qualquer coisa; quer conhecer melhor o país.”

E falando sobre a cidade de Coimbra, acrescenta: “ É uma região que hoje está de facto em alta, em crescimento”.

Coimbra foi o destino do Congresso de Hotelaria e Turismo, escolhido por Raul Martins que declarou ainda: “Há muito hotel a fazer-se no interior e Compete 2020 tem sido muito aplicado no centro e no Porto.”

 

“A região centro é, a par do Norte e dos Açores, uma das que mais cresce em número de turistas”

 

O presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado, referiu ainda que “a região centro é, a par do Norte e dos Açores, uma das que mais cresce em número de turistas.” E acrescenta: “ Do turismo de Portugal tem de haver uma estratégia diferente para vender Portugal nos mercados externos e sobretudo para combater a sazonalidade sem ser numa afirmação única e exclusiva apenas nesses sítios massificados”.

Castelo de Leiria, visto a partir do rio que passa na cidade

Os últimos dados mostram que “a taxa de ocupação da hotelaria do centro não chegava aos 58%, numa altura em que o total do país estava dez pontos percentuais acima”. Para o presidente do turismo do centro, esta é uma região em “que a diversidade pode ser um instrumento poderoso à massificação do turismo”.

Já Ana Mendes Godinho afirmou que existe “um desafio grande que é conseguirmos este diálogo permanente entre as regiões e a marca Portugal e apoiá-la em termos digitais”. Para a secretária de Estado do Turismo, é necessário “garantir uma informação quase diária do que está a acontecer nos territórios regionalmente e o que está a ser comunicado internacionalmente”.

Fonte: Dinheiro Vivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *