Saiba quais os sectores com maior crescimento em Portugal

Publicado em 2017-09-01

Está a pensar em tirar uma formação? Saiba quais os sectores com maior crescimento em Portugal e dê um tiro certeiro.

Grupo de pessoas com diversas profissões

 

Agora que a Silly Season está mesmo a dar o último suspiro, está na altura de começar a pensar no regresso às aulas. E não, não apenas os mais pequenos que recomeçam o ano lectivo. Os mais graúdos também têm mais que oportunidades para se formarem.

Seja por que razão for, tirar uma formação pode mesmo ser benéfico para a sua carreira. Tanto para ingressar no mercado de trabalho como para mudar de profissão ou até para actualizar conhecimento na área que já trabalha, motivos não faltam.

No entanto, apostar numa qualquer formação pode não calhar como se espera. Dar um tiro certeiro não é apenas uma questão de sorte, mas sim de conhecimento. Por essa mesma razão, este artigo explica-lhe quais os sectores com maior crescimento e maior necessidade de profissionais especializados.

 

Turismo:

Desde o ano passado que não se ouve falar noutro sector com tanto crescimento. Se 2016 já foi um óptimo ano para o turismo, 2017 rebentou com as expectativas. No ano passado foram 19 milhões os turistas que visitaram Portugal e 27 mil os postos de trabalho criados.

Os dois primeiros meses deste ano já deixavam prever que este sector ia ter um boom ainda maior. Só em Janeiro e Fevereiro (meses de época baixa), 2 milhões de turistas já tinham viajado para Portugal. Ao dia de hoje sabe-se que a economia já ganhou 6 mil milhões de euros, ou seja, cerca de 33 milhões por dia. Em comparação com o ano passado, as receitas já aumentaram 21%.

Mas nem só de turistas vive o sector. Os técnicos de turismo são necessários para desempenhar funções nos mais variados locais com interesse turístico.

Conheça o nosso curso de Técnico de Turismo!

Grupo de amigos sentados no monte a ver o pôr-do-sol

 

 

Indústria

Sabia que a indústria metalúrgica e metalomecânica é a que mais exporta na economia portuguesa? E que Portugal é o quarto país mais exportador de produtos destas áreas?

Mas nem tudo são rosa. O sector industrial está a precisar de trabalhadores qualificados (10 mil para se ser exacto). A falta de mão-de-obra é das maiores preocupações do sector, sendo que este poderia crescer muito mais.

Se, por um lado, a automação da indústria é real, por outro, é necessário apostar na qualificação na área industrial – tal como indica a Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal.

Linha de montagem com dois trabalhadores da indústria

A indústria é dos sectores que mais exporta em Portugal, contudo precisa de 10 mil trabalhadores qualificados.

 

Agricultura

Até parece que o sector agrícola em Portugal, não mudou grande coisa. Porém, nem tudo é aquilo que parece. A agricultura está a seguir um novo rumo (para melhor).

Só na vinicultura, a produção aumentou 10% este ano. A nível nacional, a agricultura já vale 1/5 das exportações.

E para além disso, a inovação está a fazer da agricultura um sector mais eficiente e rentável. Nascem cada vez mais start-ups agrícolas que nos presenteiam com mais inovação e digitalização. Para que isto tudo funcione, não basta o amor à camisola. A formação em gestão agrícola, ou outra relacionada com o sector, é essencial.

 

Vinhas no Norte de Portugal

 

Digital

A digitalização está a chegar à grande maioria das empresas e a publicidade online já se tornou essencial para que estas cheguem a mais pessoas. Actualmente, a literacia digital é necessária para acompanhar todos os avanços em qualquer área. Este é um dos sectores com maior crescimento nos últimos anos.

São cada vez mais as empresas que apostam no mercado digital e pretendem contratam profissionais especializados. As áreas do web design, marketing digital e multimédia nunca estiveram tão em cima.

Só em publicidade, o mercado digital já ultrapassou a televisão. Cerca de 25% do dinheiro investido em publicidade a nível mundial foi para a parte online. Em Portugal, o mercado não está diferente. O país tem conseguido manter-se competitivo em relação a outros países europeus e espera-se que sejam investidos cerca de 550 milhões de euros ainda este ano.

Atrás da publicidade estão todos os profissionais da área: os digital marketeers – que se encarregam de estratégia -, os web designers (que tratam dos sites) e os profissionais de multimédia (que criam os conteúdos e spots publicitários).

a tecnologia e o digital são dos sectores com maior crescimento a nível mundial nos últimos anos.

A tecnologia e o digital são dos sectores com maior crescimento a nível mundial nos últimos anos.

 

Energias Renováveis

As energias renováveis têm sido um dos sectores com maior crescimento a nível mundial. Em Portugal o panorama não é diferente e a aposta nas energias limpas tem sido crescente.

Foram já aprovadas 14 centrais solares fotovoltaicas e outros parques eólicos. Para as centrais solares o investimento será de 381 milhões de euros. Quanto à energia éolica, Portugal está na 4ª posição da União Europeia, com o vento a representar cerca de 20% da produção. As renováveis representam já cerca de metade da produção da electricidade em Portugal.

E o emprego? A nível mundial já foram criados cerca de 9,8 milhões de postos de trabalho. Mas sempre com tendência a aumentar. Em Portugal já 50 mil pessoas trabalham neste sector e espera-se que, até 2030, sejam 88 mil.

Como seria já de esperar, este sector necessita, acima de tudo, de profissionais qualificados.

Conheça a nossa formação em Energias Renováveis.

Profissional do ramo das energias renováveis, um dos sectores com maior crescimento a nível mundial.

Prevê-se que o número de trabalhadores em Energias Renováveis chegue aos 88 mil até 2030.

 

A Master D conta já com 20 anos de experiência de mercado a formar profissionais de acordo com as tendências de emprego. As nossas formações são orientadas para os objectivos dos formandos e de acordo com as suas necessidades. Só desta forma é possível garantir o sucesso dos mesmos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *