• Partilhar:
Rede eléctrica abastecida por fontes renováveis durante 3 dias
Foram quase 3 os dias consecutivos em que o consumo de electricidade foi assegurado por fontes renováveis. A energia eólica foi a que mais contribuiu. Fontes de energia solar e eólica Durante 69 horas seguidas, a rede eléctrica foi alimentada através de fontes renováveis. Segundo a Associação Portuguesa de Energias Renováveis (APREN), todo o abastecimento eléctrico proveio de fontes de energia não poluente. Segundo o comunicado da APREN, durante essas 69 horas o consumo de electricidade a nível nacional chegou aos 408 GWh, enquanto a produção bateu os 521 GWh. A energia eólica foi a que mais contribuiu para este feito, constituindo 65% da energia produzida nesses dias. A energia eólica contribui com 65% da energia produzida durante estas 69 horas A APREN afirma, no comunicado, que “estes dados reforçam o papel das fontes renováveis no abastecimento fiável e seguro das necessidades eléctricas de Portugal”. E acrescenta: “Se chuva e vento permitem estes recordes no Inverno, torna-se imperioso fomentar e avaliar as mais-valias do aproveitamento da energias solar fotovoltaica”.

"A Associação Portuguesa de Energias Renováveis declarou ainda que as energias renováveis são responsáveis por criar mais de 56 mil empregos"

Portugal consegue, através das “centrais de energia renovável”, gerar cerca de “54% das necessidades eléctricas nacionais” anualmente. Desta forma, o país consegue tornar-se mais independente dos combustíveis fósseis e reduzir os gastos com a importação dos mesmos. Por ano, é possível poupar à volta de 750 milhões, segundo os dados da APREN. A Associação Portuguesa de Energias Renováveis declarou ainda que as energias renováveis são responsáveis por criar mais de 56 mil empregos. E mais: as exportações de material relativo ao sector valem cerca de “400 milhões de euros por ano”. Curso de Energias Renováveis

2016 foi o ano em que se bateram mais recordes quanto às fontes de energia renováveis

Esta não é a primeira vez que Portugal tem um feito destes. No mês de Maio de 2016, a Associação Zero anunciou que, durante 4 dias e meio, a rede eléctrica tinha sido abastecida apenas por fontes de energia limpa. Ao todo foram 107 horas em que o consumo de electricidade dependeu apenas de energia não poluente. Nessa altura, Ribeiro da Silva, especialista em energia, afirmou que "Para já, é um ganho para o país, ao não importar petróleo, carvão e gás."

Fonte: Observador

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes:

Categorias:

Conteúdos em Destaque:

Siga-nos:

Últimas notícias

Sobre a Master.D