Saiba o que dizem sobre a Master D

Publicado em 2018-11-07

O que dizem sobre a Master D

As vantagens da formação

Investir em formação é sempre uma aposta ganha. Não só para aqueles que pretendem adquirir novos conhecimentos e ter uma nova profissão, como também para quem considera que melhorar as competências e reforçar a sua habilidade vai trazer frutos ao seu desempenho diário ou ainda para quem pretende mudar de vida.

Onde conhecer um pouco melhor a Master D?

No jornal Observador poderá saber mais sobre o serviço formativo da Master D e como o ajudará a vencer no mercado de trabalho e os mais de 30 cursos que são disponibilizados na nossa oferta formativa. Ficámos também muito orgulhosos com as opiniões deixadas pelos formandos:

“Fui acolhida de uma forma espetacular, todo o acompanhamento é algo que nos transmite confiança e muito saber. Sou muito grata à Master D”, afirmou Grazielle, que concluiu de forma brilhante a sua formação em Assistente Administrativo e Financeiro.

O que dizem sobre a Master D

Formação em Axiliar de Veterinária de Equinos – Master D

O mundo equestre

Depois do lançamento da formação em Auxiliar de Veterinária de Equinos, o Médico Veterinário e tutor da Master D,  Dr. João de Amorim Salgueiro partilhou algumas preocupações de quem trabalha com cavalos, nomeadamente as feridas e as cólicas na revista Equitação, relembrando que a formação nunca é demais:

“O grande problema é que os cavalos muitas vezes mostram os seus sinais de dor e desconforto tão tenuemente que se tornam quase imperceptíveis, dificultando a sua detecção e subsequente diagnóstico.”

Na Equisport, portal ligado ao desporto equestre,  damos conta que um auxiliar de equinos é muito mais do que um simples auxiliar de veterinária focando que é muito importante saber detectar de forma eficaz “os pequenos sinais de dor ou desconforto que o cavalo transmite.” Bem como, a “identificação precoce destes sinais é essencial para que não haja paragens prolongadas no trabalho ou evolução negativa de patologias que irão certamente acarretar perdas económicas elevadas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *