• Partilhar:
Lisboa foi a cidade escolhida pela Mercedes-Benz para criar produtos de marketing digital e soluções tecnológicas a nível (quase) mundial. Para isso, a marca abriu já um centro de competências para o qual vai contratar 115 jovens programadores. Chama-se Digital Delivery Hub e irá ser inaugurado hoje. Depois de eventos como o Web Summit, no ano passado, e o Click Summit, que vai decorrer durante esta semana, “Lisboa está a tornar-se o sítio para se estar no mundo digital”. A Mercedes aproveitou o empreendedorismo digital que se faz sentir na cidade e quer lançar-se nos serviços de mobilidade. A Mercedes-Benz é já “uma fabricante automóvel premium”, mas agora quer expandir-se ainda mais. Desenvolver tecnologias para a condução autónoma e a criação de aplicações automóvel são exemplos do que será concretizado no centro. Para que aplicações de partilha de carros, por exemplo, sejam desenvolvidas a marca vai contratar cerca de 115 funcionários. Estes postos de trabalho serão, essencialmente, preenchidos por jovens programadores. Dentro da programação a Mercedes procura talentos nas áreas do desenvolvimento de software, cloud computing, programação de aplicações, front end developers, Big Data, programação de java script, entre outros.

O Digital Delivery Hub traz consigo muitas mais oportunidades para Portugal

Até ao final do ano prevê-se que estes 115 jovens programadores estejam já contratados. Caso esta primeira fase corra pelo melhor a Mercedes pode vir a contratar mais de 300 pessoas e alargar para áreas como os veículos pesados, por exemplo. Esta ligação digital com a Mercedes fez com que Lisboa ficasse à frente de cidades como Barcelona, Berlim e Londres. O centro digital pode ser o impulso necessário para que a capital portuguesa se posicione (ainda mais) no digital a nível mundial. Será a partir de Portugal que sairão serviços inovadores para todo o mundo, à excepção da China e dos EUA. O governo português, que acompanhou a implementação do centro, considera que a chegada do Digital Delivery Hub é uma consequência do esforço para atrair investidores estrangeiros. Em 2016 a Mercedes tinha já aberto o "network assistance center".  Deste modo, o Digital Delivery Hub o segundo centro de inteligência em Portugal.

Fonte: Observador

Artigos relacionados

Comentários

03 de Janeiro de 2018Danielson da Graça Silva
Olá bom dia
Tou muito interessado nessa vaga de emprego sou uma pessoa muito responsavel e pontual,facilidade e entregar com as colegas .
Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes:

Categorias:

Conteúdos em Destaque:

Siga-nos:

Últimas notícias

Sobre a Master.D