Inovação no sector agrícola – não estamos assim tão estagnados

Publicado em 2017-07-25

A agricultura já está a mudar. A inovação no sector agrícola não só é uma necessidade, como já é uma realidade. Os mais jovens trazem uma lufada de ar fresco e ideias para que a área continue a acompanhar as tendências.

Numa era de revolução tecnológica, poucas são as áreas que não têm tendência a digitalizar-se. Mas nem só de digitalização vive a humanidade; antes desse processo existe algo ainda mais necessário: a inovação. O sector agrícola não foge à regra.

 

Agronomista a utilizar um tablet - uma das ferramentas de inovação no sector agrícola

 

A agricultura tem, actualmente, novos e maiores desafios. O aumento populacional, as alterações climáticas e a escassez de recursos são algumas das barreiras que têm que ser ultrapassadas. É, desta forma, cada vez mais necessário encontrar novas soluções para rentabilizar e tornar a agricultura numa área mais sustentável.

A tecnologia tem um papel crucial em tudo o que foi dito acima. É já possível encontrar culturas e empresas de gestão agrícola que se digitalizam, que utilizam dispositivos móveis e sistemas de rega inteligentes, por exemplo.

 

Homem a comandar um drone numa zona agrícola

Os drones são cada vez mais utilizados nos campos cultivados como forma de monitorizar o crescimento das plantas sem gastar muito tempo.

 

Em Portugal, a agricultura representa 1/5 das exportações. No futuro, a área terá que crescer ainda mais e ultrapassar os desafios falados acima. A inovação no sector agrícola já se encontra em toda a parte: desde o modo como se cultiva à gestão das empresas agrícolas, passando pelo investimento em novos produtos.

Inovação é a palavra de ordem num sector que não pode ficar parado no tempo. Para tal, o investimento e apoio financeiro e o nascer de novas empresas são essenciais.

 

Promover (ainda mais) a inovação no sector agrícola

Em Abril deste ano, o Crédito Agrícola lançou a 4ª edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação. Perante as (boas) novas ideias que têm surgido para o sector, o banco quer valorizá-las ainda mais.

O prémio consiste em 30 000 euros em carteira e tem o intuito de estimular o empreendedorismo e a inovação no sector agrícola. Desta forma, a competitividade aumenta e melhores ideias surgem.

Lícinio Pina, presidente do conselho de administração executivo do Crédito Agrícola, afirmou ao Jornal de Negócios que “está a chegar ao sector agrícola um nova geração de agricultores com mais formação e com novas ideias. São essas ideias que pretendemos valorizar e promover.

Este é apenas um exemplo dos muito incentivos que equipas empreendedoras recebem.

 

Experiência genética em relação a plantas e sementes

 

As start-ups

Pequenas empresas com muito para dar. São as start-ups agrícolas que trazem a melhor tecnologia às melhores culturas.

Desde 2014 que se nota o aparecimento exponencial destas empresas para fazerem acontecer a inovação no sector agrícola. As start-ups parecem que já nasceram prontas para revolucionar o modo como se cultiva em Portugal.

As soluções tecnológicas que apresentam dão-lhes um imenso potencial em relação a empresas tradicionais. Estes novos softwares de gestão agrícola, os drones, os sistemas de análise preditiva e de irrigação inteligente atraem mais e mais investimento.

Só em 2017 já foram investidos 100 milhões de dólares a nível mundial. As start-ups agtech, como são chamadas, não deixam nada por pensar.

 

exemplo de digitalização de uma start-up do sector agrícola

 

O Estado também ajuda!

Foi já em 2015 que o Governo lançou a Bolsa de Iniciativas da Parceria Europeia e Inovação. Com esta bolsa pretendia-se facilitar o contacto entre projectos e promover a sua entre-ajuda.

Como em tudo na vida: duas cabeças pensam melhor do que uma. A parceria entre empresas facilita o ultrapassar de certas barreiras, para além de ser benéfico para ambas e para o próprio sector.

 

Crescimento da inovação no sector agrícola.

 

O sector agrícola até pode até parecer que está estagnado. A verdade é que, atrás da cortina, anda muita coisa a acontecer. A inovação no sector agrícola não pára e parece querer parar de avançar.

Com os incentivos e apoios do Estado português e da União Europeia, valerá a pena esperar para apostar nesta área?

Conheça o nosso curso de Gestão Agrícola!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *