Candidatura Espontânea : Como fazer?

Publicado em 2019-07-11

Candidatura espontânea - Master D

Sabia que uma grande parte das ofertas de emprego não são publicadas?

Atualmente, muitas empresas já não recorrem à forma tradicional para contratação de pessoal, ou seja, abdicam da colocação de anúncios de emprego para funções específicas, e fazem a sua seleção entre o universo de pessoas que se candidatam de forma espontânea. Isto é, enviam o seu currículo e carta de apresentação oferecendo os seus serviços não respondendo a qualquer anúncio.

A candidatura espontânea demonstra o verdadeiro interesse do candidato em querer trabalhar em determinada empresa. Por sua vez, uma empresa tem tudo a ganhar em ter um funcionário que se sinta bem no seu local de trabalho e nas suas funções. Só assim poderá dar o seu melhor contributo.

Se está à procura de emprego, este tipo de candidatura é efetivamente das melhores ferramentas que tem ao seu dispor. Para que tire o maior partido da mesma, reunimos os passos essenciais partilhados por uma especialista: Elisabete Santos, Responsável pelo Serviço de Inserção Laboral da Master D.

Passos essenciais para uma boa candidatura espontânea

 

    • Ordene uma lista das empresas do seu interesse e recolha as informações mais pertinentes de cada uma.
    • Tenha bem definidas quais as funções a que se propõe desempenhar tendo em conta a sua formação, competências e experiência.
    • Construa uma Carta de Candidatura personalizada para cada empresa de forma a conseguir suscitar o interesse e curiosidade de quem lê e expressar com confiança o seu interesse no trabalho a que se candidata. Não caia no erro de usar um modelo standart para todas as empresas.
    • Não “implore” uma oportunidade. Parecer desesperado não vai certamente ajuda-lo a alcançar os seus objetivos. Auto-promova as suas competências e ofereça os seus serviços de forma profissional, e sobretudo com originalidade.
    • Procure, através do site institucional da empresa, perceber por que meio preferem receber este tipo de candidaturas: formulário online, e-mail, correio ou presencialmente. Será vantajoso corresponder a esta expectativa.
    • Envie sempre o seu CV atualizado juntamente com a Carta de Candidatura.
    • Organize uma pasta, que lhe permita fazer a revisão das entidades que já contactou e das respetivas respostas. Esta organização é fundamental, para se preparar caso seja contactado para uma entrevista.

Fazer uso da candidatura espontânea é estar um passo à frente dos demais candidatos, é fazer do futuro o presente!

Para que os formandos entrem no mercado de trabalho com mais confiança e determinação, as formações da Master D são compostas por um módulo que os prepara para este desafio. O Módulo de Desenvolvimento Pessoal e Profissional, permite que os formandos desenvolvam várias competências e habilidades que os tornarão melhor preparados para a integração no mercado de trabalho.

Veja o vídeo e conheça melhor o Módulo de Desenvolvimento Pessoal e Profissional

 

Convidamo-lo ainda a conhecer quais as vantagens de se especializar com a Master D!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *