• Partilhar:
14 centrais solares fotovoltaicas já foram aprovadas
Foram já aprovadas pelo governo 14 centrais solares fotovoltaicas. Ao todo são 521 megawatts de capacidade instalada, sem custos para os consumidores. A aposta do governo nas energias renováveis está a tornar-se muito mais visível. A energia eólica e hídrica são as que constituem a maioria da capacidade instalada, sendo que a energia solar é a que constitui a menos fatia. O governo autorizou, no passado dia 26 de Agosto, a construção de 14 centrais solares fotovoltaicas que não terão custos para o consumidor. O investimento para a construção será de 381 milhões de euros. O governo aprovou 14 centrais solares fotovoltaicos com o objectivo de cumprir metas delineadas pela União Europeia Para além destas 14, a Direcção Geral de Energia e Geologia tem ainda 46 pedidos de licenciamento “em fase de instrução”. Caso sejam todos aprovados, a capacidade instalada passará a ser de 1106 megawatts e o investimento de 995 milhões de euros. Na primeira quinzena de Setembro irá decorrer um novo período de licenciamento.   Este aumento das centrais solares fotovoltaicas em Portugal deve-se, essencialmente, aos objectivos delineados pela União Europeia. A Directiva FER pretende que, em 2020, a utilização de energia renovável consista em 31% do consumo final bruto. Curso de Energias Renováveis   Até aos dias que correm, Portugal produz 8287 megawatts relativamente a energia térmica e 7108 em energia hídrica. Quanto à energia eólica, a capacidade instalada é de 5313 megawatts e em relação à energia solar é apenas de 291.

Fonte: O Observador

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes:

Categorias:

Conteúdos em Destaque:

Siga-nos:

Últimas notícias

Sobre a Master.D