Mais de 80 cursos para conseguir os seus objetivos. Informe-se!

Pesquisar

Encontrados resultados para ''

Cuidados geriátricos - uma área necessária

Os cuidados geriátricos são uma área com cada vez mais importância. O envelhecimento populacional incentiva a que esta área esteja a crescer exponencialmente. Os países desenvolvidos enfrentam hoje uma tendência de envelhecimento populacional. Esta mudança de paradigma socioeconómico está a potenciar o crescimento de uma área: a geriatria. Esta é uma área com futuro mas que, acima de tudo, já é presente. Esta grande mudança social tem repercussões a vários níveis e é necessário um ajuste das infraestruturas e da assistência tendo em conta a população mais idosa. Os cuidados geriátricos de saúde e bem-estar têm de se tornar ainda mais adequados, tal como acontece com as crianças. Da mesma forma que a pediatria se tornou uma área indispensável, também a geriatria começa a ter o seu reconhecimento. O envelhecimento populacional incentiva ao crescimento da área geriátrica como forma de trazer uma maior bem-estar aos idosos. O envelhecimento populacional incentiva ao crescimento da área geriátrica como forma de trazer um maior bem-estar aos idosos. Durante o 12º Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica da União Europeia, o médico Gorjão Clara declarou que “ hoje a esperança média de vida é muito mais alta do que era há 30 anos e os hospitais e os médicos têm que estar preparados para a realidade”. Segundo a TVI24, o médico adiantou ainda que um dos maiores desafios da geriatria é conseguir “optimizar a assistência aos idosos”. Esta assistência pode ser feita em hospitais, centros de saúde e até mesmo ao domicílio. Os cuidados geriátricos devem estar mais próximos da própria população idosa. O facto de os idosos se encontrarem numa “fase tardia da evolução biológica”, fá-los ter uma maior predisposição para a prevalência de doenças. Por sua vez, e por serem tão particulares desta faixa etária, a abordagem e as opções terapêuticas a estas doenças devem ser também elas específicas. Estes cuidados de saúde e bem-estar tão específicos só podem ser aplicados por profissionais da área. auxiliar de geriatria abraça uma paciente idosa Os cuidados geriátricos são, pelas razões apresentadas acima, cada vez mais importantes e estão cada vez mais presentes em países como Portugal. A formação de profissionais competentes torna-se, deste modo, imperativa numa era em que a população idosa é cada vez maior.  

Os cuidados geriátricos em Portugal


Portugal é o 4º país mais envelhecido da União Europeia (UE). Segundo os dados da Pordata, em 2014, 20% da população do país correspondia a população com mais de 65 anos. Desde os anos 60 que a população idosa tem aumentado: nesse tempo eram 700 mil os idosos portugueses, sendo que em 2014 eram já 2 milhões. Por esta razão, e porque a prevenção é o melhor remédio, os cuidados geriátricos devem corresponder a um envelhecimento activo. E Portugal não se encontra assim tão atrás do resto da UE. Existem já várias associações e empresas que se dedicam a este tema, promovendo actividades junto das comunidades mais idosas. Auxiliar presta cuidados geriátricos através do exercício físico O exercício físico é umas das formas de promover um envelhecimento activo

Ser-se profissional de geriatria


Como foi já dito acima, os cuidados geriátricos de saúde e bem-estar são cada vez mais imperativos. Porém, nem todas as pessoas têm as competências necessárias para exercer funções no ramo. A formação na área da geriatria é essencial para se prestar assistência e apoio aos idosos. Os profissionais desta área, em específico os auxiliares de geriatria, tanto podem prestar assistência ao domicílio como noutras instituições. Mas, o que fazem, ao certo, os auxiliares de geriatria? O objectivo principal desta profissão é acompanhar e auxiliar os idosos nas tarefas do dia-a-dia, deixando que mantenham a autonomia. As funções específicas podem variar de idoso para idoso, porém estas costumam ser:


  • Auxílio nos cuidados básicos de saúde, conforto e higiene;

  • Apoio na alimentação do idoso;

  • Arrumação do ambiente em que o idoso se insere, prevenindo quaisquer acidentes;

  • Desenvolvimento de actividades de animação, de forma a promover um envelhecimento activo;

  • Promoção da autonomia e da independência dos idosos.


Auxiliar de Geriatria - Banner

Curioso/a acerca da área dos cuidados geriátricos? Conheça o nosso curso de Auxiliar de Geriatria!


1 respostas a Cuidados geriátricos - uma área necessária

09 de enero del 2018

DESPONIVEL

responder
Deixe uma resposta

Partilhar esta página: