Mais de 80 cursos para conseguir os seus objetivos. Informe-se!

Pesquisar

Encontrados resultados para ''

As melhores brincadeiras que estimulam os sentidos das crianças

Todas as crianças beneficiam de estímulos sensoriais, mas as mais pequenas são as que mais necessitam deles. O desenvolvimento dos sentidos começa ainda na barriga da mãe. Os bebés consegue ouvir e desenvolver o tacto ainda antes de nascer. É possível fazê-lo através de brincadeiras que estimulam os sentidos das crianças e, assim, proporcionar um melhor progresso das mesmas. Depois do nascimento, podem utilizar-se as sensações que o embrião se apercebeu para acalmar o bebé. Muitos dos sons e cheiros com os quais já estava familiarizado podem confortá-lo.

Este estímulo não ajuda apenas no progresso dos sentidos, mas é importante até na parte cognitiva e emocional. Ajudam também na concentração, coordenação e a relaxarem. No entanto, é necessário adequar as actividades estimulantes às suas idades. Neste artigo serão abordadas as melhores brincadeiras que estimulam os sentidos das crianças a partir dos 12 meses.

educadora de infância com crianças a tocar pandeireta

Audição


Como foi já dito acima, a audição começa a desenvolver-se ainda no útero, começando logo a ouvir sons e música. É muito provável que o bebé reconheça as vozes e os sons depois de nascer. A audição é dos sentidos mais importantes pois é ela que permite receber muita informação do exterior.

O jogo da Mimica Sonora, por exemplo, pode ser uma boa opção para trabalhar associações entre objectos e os seus sons. Qual é o som que faz uma batata frita? E da máquina do café? Qual o som do cão?

Usar a música também se pode tornar proveitoso, mas é também importante incentivar a momentos de silêncio.

Olfacto


Este é dos sentidos que, normalmente, é menos trabalhado. Ironicamente este é o sentido mais antigo no desenvolvimentos dos organismos vivos e também aquele que mais desperta o lado mais irracional e emotivo. O olfacto é o sentido que fica registado permanentemente na memória e, por isso, sentir um cheiro familiar pode levar a recordar uma dada situação.

Porém, deve ter-se em conta se a criança é capaz de identificar e diferenciar os cheiros que sente no seio familiar e social. Um jogo para as ajudar neste processo pode ser simplesmente identificar certos alimentos com os olhos vendados ou até mesmo distinguir e atribuir adjectivos a odores agradáveis e desagradáveis (e mostrar objectos que não cheiram a nada).

Paladar


Assim como o olfacto, o paladar é igualmente esquecido quando se trata de estimular o seu desenvolvimento. É importante que as crianças consigam distinguir os quatro sabores primários: doce, salgado, amargo e ácido.  Pode dar-se a provar alimentos crus e cozinhados, para que percebam que o mesmo alimento pode ter sabores distintos.

Este tipo de actividades pode também ser uma forma de habituar a criança a uma alimentação saudável.

Tacto:


Assim como o olfacto, o tacto é um dos sentidos mais antigos. O mais interessante acerca do tacto é que até os organismos unicelulares o têm. Ao contrário do que se conta, o tacto não é apenas sentido através das mãos. É igualmente possível sentir texturas e consistência a partir da boca: as sensações táteis orais.

Identificar objectos dentro de caixas fechadas é uma boa forma treinar este sentido. As crianças têm que recordar objectos em que já tocaram e ainda confiar nas suas sensações. Para estimular o tacto também é importante que as crianças mexam em várias texturas diferentes como plasticina, areia, terra, entre outros.

Desenvolver o toque é essencial para criar relações da criança com outras pessoas e animais, mas isso só funciona se a criança não for obrigada a fazê-lo.

Mãos de uma criança a tocar em várias bolas de plasticina

Visão


Cerca de 80% das informações que chegam ao cérebro são visuais. A visão é o sentido mais utilizado e mais estimulado, principalmente devido ao digital. As crianças são muitas vezes atraídas para algo por causa da cor, mas também repelidas. Normalmente o vermelho leva a que elas se aproximem e já o verde (nos legumes) faz com que se afastem. Treinar a visão em conjunto com outros sentidos faz com o cérebro seja desbloqueado; nem sempre a forma e a cor correspondem ao sabor, cheiro ou textura. Um alimento pode ter um aspecto terrível e saber muito bem, ou o inverso.

Treinar a memória visual também é importante. Faça a criança ver uma imagem, ou objectos reais, e depois peça para a descrever fazendo perguntas. Quantas nuvens existiam? De que cor era…?Auxiliar de Educação Infantil - Banner

2 respostas a As melhores brincadeiras que estimulam os sentidos das crianças

13 de octubre del 2020

Educação física

responder
19 de Outubro de 2020

Olá, Eugênia



Agradecemos o seu comentário. A atividade física é realmente essencial no desenvolvimento das crianças. Não só para o desenvolvimento motor como também potencia o crescimento cognitivo.



Fique atenta aos artigos do nosso Blog!



Atenciosamente,



Master D



 


Responder
Deixe uma resposta

Partilhar esta página: