Secretária de Estado do Turismo revela crescimento em todo o país

Publicado em 2017-11-29

“O turismo foi responsável por criar 53 mil postos de trabalho no terceiro trimestre deste ano”, afirmou a secretária de Estado do Turismo.

A 43º edição do Congresso Nacional da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo decorreu em Macau e foi lá que Ana Mendes Godinho discursou acerca do estado do Turismo em Portugal.

Os números divulgados pelo Banco de Portugal demonstram um crescimento de 21,3% nas receitas do sector só em Setembro. O acumulado de todo o ano corresponde a 19%, perfazendo o crescimento do século da receita turística. As receitas turísticas de 2015 foram superadas só com as receitas nos primeiros nove meses de 2017.

No discurso de abertura do congresso, Ana Mendes Godinho adiantou também que o sector turístico criou cerca de “53 mil postos de trabalho no terceiro trimestre deste ano, se compararmos setembro com o mês homólogo de 2015”. Segundo a secretária de Estado do Turismo, comparando com 2015, existem “mais 60 mil pessoas a trabalhar no turismo em Portugal”.

vila medieval de monsaraz

Para além destes dados, Ana Mendes Godinho revelou ainda que o centro de Portugal, o Alentejo e os Açores têm ritmos de crescimento acima dos 15%. E mais: o crescimento turismo nota-se em todo o país e não apenas nas grandes cidades.

As estratégias por detrás do crescimento do turismo

Para que estes resultados fossem possíveis, existiram uma série de estratégias e projectos. Um deles foi um “programa de captação de actividades aéreas com resultados evidentes”. “Nos últimos dois anos conseguimos 149 rotas e ligações turísticas para Portugal com foco nas ligações para todo o ano e não só na época alta”, afirmou Ana Mendes Godinho.

Para além deste programa de captação, o investimento no sector foi alargado. Cerca de 339 projectos turísticos já foram pagos e, “neste momento temos 600 milhões de euros de investimento feito por 1500 empresas turísticas nos últimos dois anos”.

Fonte: Jornal Económico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *