Consegue reconhecer os sinais de alerta do AVC?

Publicado em 2019-08-12

auxiliar-saude-master-d

O que é o AVC?

AVC significa Acidente Vascular Cerebral e acontece quando um vaso sanguíneo que irriga o cérebro fica obstruído ou quando existe uma rutura num vaso causando uma hemorragia. Em ambos os casos. o aporte sanguíneo ao cérebro fica comprometido e poderá originar sequelas graves. Por isso uma intervenção precoce é de extrema importância para minimizar as possíveis consequências. O primeiro passo é a identificação inicial dos sinais e sintomas que nos indicam que a pessoa poderá estar a sofrer um ACV.

 

Quais os sinais de alerta?

É simples fazer um reconhecimento dos sinais do AVC. Para tal, existe a regra dos 5 F’s:

Face – De uma forma súbita a cara da pessoa poderá ficar assimétrica com o canto do lábio e uma das pálpebras descaídas. Para perceber melhor este sinal peça à pessoa para sorrir. Vai permitir perceber a assimetria existente na face.

Força – Um dos lados do corpo poderá estar dormente, perder a força e a capacidade de realizar movimentos. Haverá desequilíbrio e falta de coordenação de movimentos quando tenta andar, perdendo a força no braço e na perna de um dos lados.

Fala – A pessoa poderá apresentar uma confusão súbita e dizer palavras incompreensíveis. Ter um discurso estranho ou até não compreender aquilo que lhe é dito, são fatores de alerta.

Falta de visão súbita – Visão dupla ou a perda de visão súbita. Poderá acontecer nos dois olhos ou apenas num deles.

Forte dor de cabeça – Dor de cabeça intensa de inicio súbito sem razão aparente.

Como intervir de forma adequada?

Sinais-AVC

Uma identificação precoce dos sinais acima descritos é fundamental.  Caso a pessoa apresente um ou mais dos sintomas descritos pela regra dos 5 F’s deverá contactar imediatamente o número de emergência médica (112). Nessa altura é muito importante explicar os sinais que a pessoa em causa apresenta e seguir todas as instruções transmitidas pelo técnico de saúde.

O AVC é uma emergência médica. Quanto mais rapidamente a pessoa chegar ao hospital para ter um tratamento diferenciado melhor. Neste caso o tempo é crucial!

Marcelo Sobral – Enfermeiro e e-Tutor da formação em Auxiliar de Saúde

 

Formação na área dos Cuidados de Saúde

Identifica-se com a profissão de Auxiliar de Saúde? Quer aprender mais sobre as funções associadas? Especializar-se é sempre uma mais-valia.

O papel do auxiliar de saúde é composto por várias tarefas importantes para o bem-estar dos doentes. Uma delas é saber reconhecer e saber como atuar perante um possível AVC. É crucial identificar precocemente os sintomas para um rápido e eficaz auxílio da pessoa dado que é o braço direito dos enfermeiros.

Algumas funções do Auxiliar de Saúde

São várias as tarefas a desempenhar para manter o bom funcionamento e logística da unidade de saúde onde trabalham. Algumas dessas funções podem ser:

  • Limpeza dos espaços e materiais
  • Higiene e alimentação dos doentes
  • Assegurar algumas questões administrativas

 

Onde posso trabalhar como Auxiliar de Saúde?

Com a formação adequada poderá ser Auxiliar de Saúde ou Auxiliar de Ação Médica, Prestador de Cuidados Domiciliários ou Auxiliar de Geriatria. Sob orientação de profissionais de saúde, o Auxiliar de Saúde poderá desempenhar as suas funções nos seguintes locais:

  • Hospitais públicos e privados
  • Centros de Saúde
  • Clínicas privadas
  • Lares de terceira idade
  • Centros de dia
  • Unidades de Cuidados Continuados
  • IPSS´s/centros de acolhimento e residência de crianças, unidades de cuidados domiciliários.

Aliada à teoria, os formandos tem acesso a sessões onde podem colocar em prática o que aprenderam através do Campus Virtual. Mas há mais vantagens de se especializar na Master D: periodicamente são agendadas sessões tais como webinares, jobskills, workshops e masterclasses onde pode interagir de forma mais próxima com os colegas de formação bem como com Tutores e Preparadores. Para além disso, nestas sessões poderá potenciar o networking e melhorar a sua rede contactos.

2 comentários a “Consegue reconhecer os sinais de alerta do AVC?

    1. Master D Autor do artigo

      Olá, Helena!
      Agradecemos o seu contato e o interesse demonstrado nas nossas formações! Já enviámos um e-mail para mais informações.
      Ficamos à espera de notícias suas!
      Obrigada,
      Master D

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *