Medo de falar em público? Conheça 8 dicas imperdíveis

Publicado em 2019-02-26

formação a distância

Falar em público não tem de ser uma tortura!

Para uns é algo quase inato, para outros é uma tortura. Como se sente quando sabe que tem de falar em público? Nervoso, ansioso? Estas dicas são para si!

Todos nós em algum momento da vida temos de falar em público. Seja para uma plateia pequena ou grande, numa reunião de trabalho, apresentar uma proposta…todos temos de passar por isso.

Terror para alguns, outros sentem-se confortáveis. Mas há elementos que devemos ter em conta.

 

Conhecer o local da apresentação

Esta é uma boa ajuda para controlar a ansiedade. Se conhecer o espaço onde vai falar sentir-se-á mais confiante e descontraído. Aproveite para verificar se os equipamentos a utilizar se encontram operacionais.

Preparar a apresentação

Ajuste os conteúdos ao tempo que terá disponível, bem como à plateia em causa. Adequar o discurso é fundamental para que consiga “prender” a sua audiência. Não decore o texto, entenda-o e ensaie o que vai dizer.

Conheça o seu público

Cada público tem as suas características, por isso é fundamental saber muito bem para que pessoas irá falar. Por exemplo, se a apresentação for para um determinado tipo de pessoas da mesma área pode abordar os temas técnicos sem se preocupar se os conhecem ou não. Por outro lado, se a plateia for composta por elementos de áreas distintas, deverá ter em conta que alguns conceitos poderão ter de ser desconstruídos para que os entendam.

Prefira a naturalidade

Fuja da artificialidade, pode fazer com que duvidem da mensagem. Quanto mais dominar o tema que vai falar mais natural tenderá a ser.

Seja positivo

Pense que vai conseguir! O pensamento positivo é meio caminho andando para que sinta também mais seguro.

Prepare-se para o pior

Imagine o pior que poderá acontecer. Como resolveria? Estar preparado para o pior, ajuda a controlar a ansiedade.

Aposte na linguagem corporal

Master D cursos

Nunca se esqueça da linguagem corporal. Este elemento é fundamental para o sucesso da sua intervenção. Controle o nervosismo e lembre-se que a mensagem deverá ser o mais clara e inequívoca possível.

Segundo o psicólogo Albert Mehrabian, a linguagem corporal não pode ser esquecida:

Os elementos não verbais são particularmente importantes para comunicar sentimentos e atitudes, especialmente quando são incongruentes: se as palavras e a linguagem corporal divergem, a pessoa tende a acreditar na linguagem corporal.

Peça um feedbak

Saber o que correu bem e menos bem é fundamental para que aprimore as seguintes apresentações. Peça a alguém da sua confiança para assistir e depois dizer-lhe onde podia melhorar.

 

Quanto melhor preparado for e conseguir antecipar qualquer imprevisto, mais descontraído estará no dia em causa. Mas pode tornar-se um especialista. A Master D tem 4 centros formativos onde pode frequentar a formação em Eventos, Relações Públicas e Marketing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *