A importância das competências pessoais na procura de emprego

Publicado em 2019-01-15

A formação é muito importante quando falamos de procura de trabalho mas hoje em dia, na altura de escolher um candidato, há outras características altamente valorizadas pelas empresas. Sabe quais são? 

A importância das competências pessoais na procura de emprego

Já conheceu alguém que era ótimo a fazer cálculos e a utilizar o Excel mas que o relacionamento com os colegas era mais difícil?

O que são soft skills?

Soft skills são características comportamentais que estão intrinsecamente ligadas com questões mentais e emocionais de cada um de nós. Ou seja, foram sendo construídas com base nas nossas experiências e situações inatas. Por exemplo, assertividade e resiliência.

O que são hard skills?

Hard skills tratam-se das competências técnicas. Isto é, aquilo que aprendemos na escola, em contexto laboral ou em formações. Estas competências são quantificáveis e facilmente comprováveis. Por exemplo, a realização de um curso técnico, um mestrado…

Deste modo, o que as distingue é essencialmente o facto das primeiras serem inatas, as segundas aprendidas.

Blair Decembrele, que colabora com o LinkedIN e é especialista em Marketing e Expert em Carreiras, reuniu algumas das mais importantes soft skills procuradas pelos recrutadores.

As 5 soft skills mais valorizadas pelos recrutadores:

  • Criatividade 
  • Persuasão
  • Colaboração
  • Adaptabilidade
  • Gestão de tempo

(Fonte: Link to Leaders)

A importância das competências pessoais na procura de emprego

 

Apesar de, na prática, ambas serem fundamentais, na altura de escolher entre dois candidatos com as mesmas qualificações técnicas aquele que conseguir ter um melhor desempenho ao nível das soft skills poderá ser ele o escolhido para a função. Apesar das soft skills serem mais difíceis de trabalhar, apresentam hoje um importante recurso para os recrutadores. Por isso, é imperativo limá-las.

Sofia Rocha, especialista em Recursos Humanos, acerca das soft skills:

São as características mais importantes para os recrutadores . As competências técnicas são fáceis de aprender e treinar.

Na Master D não só são trabalhadas as características técnicas mas também reforçada a parte comportamental:

“Reunimos com o formando, estabelecemos uma relação e tentamos conhecê-lo sempre ao ponto de promover as suas capacidades pessoais.”

Preparadora Teórica Elisabete Miranda 

Nas sessões de grupo, tais como workshops e jobskills, bem como durante todo o percurso da formação, os formandos têm a oportunidade de reconhecer as habilidades que deverão aprimorar para um melhor desempenho profissional.

Conheça ainda as opiniões dos formandos Master D!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *