• Partilhar:
O comércio eletrónico ou e-commerce continua a crescer, Portugal não é exceção e a tendência é para se manter. Será esta uma boa aposta? Sem dúvida!

Comércio eletrónico - Uma boa aposta

Apesar do crescimento encontrar-se abaixo da média europeia, os últimos dados indicam que em 2017, o comércio eletrónico em Portugal cresceu 12,5%, correspondendo a 4.145 milhões de euros (Fonte: Observador).

Trata-se, assim, de um terreno bastante fértil e a explorar e demonstra uma maior confiança por parte dos consumidores em comprar pela internet e  cada vez mais faz parte da sua realidade.

Mas afinal o que é o e-commerce e que tipos existem?


O e-commerce ou comércio eletrónico designa qualquer negócio ou transação comercial efetuada de forma virtual. Contudo, há diferentes tipos de comércio eletrónico:

  • Business to Business (B2B): Transação entre empresas

  • Business to Consumer (B2C):  Transação entre o consumidor e a empresa

  • Consumer to Consumer C2C): Transações entre consumidores


Que desafios as empresas encontram na criação de um negócio eletrónico?


Um dos grandes desafios das empresas na Era Digital é ter uma loja virtual original e que se diferencie da concorrência. Por outro lado, as questões técnicas são fulcrais para o seu bom desempenho, sendo a experiência do cliente de valorizar ao máximo. O nosso concorrente está à distância de um clique!

Por isso os desafios são muitos nomeadamente um layout atraente, navegação rápida e intuitiva, as características dos produtos devem ser completas e nunca negligenciar a questão de segurança dos dados do cliente.

Outra das questões a ter em conta são os valores da marca e transmiti-los ao cliente para que se sinta mais confiante e volte.

Comércio eletrónico - Uma boa aposta

4 erros a evitar:


1.Processos de check-out e pagamento demasiado longos e complexos

2. Informação excessiva

3.Passos que o cliente não está à espera

4.Falta de clareza na altura do pagamento, condições de compra, critérios de troca...

No curso de formação da Master D poderá especializar-se numa das profissões do futuro, o Marketing Digital e desempenhar funções em agências de publicidade e marketing online, empresas que disponham de um departamento de marketing e que utilizem os meios online.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes:

Categorias:

Conteúdos em Destaque:

Siga-nos:

Últimas notícias

Sobre a Master.D