Comentário de uma formanda de Auxiliar de Veterinária

Publicado em 2015-01-05

O nosso Curso de Auxiliar de Veterinária continua a contribuir para a preparação de profissionais para o trabalho em contacto com animais de estimação. O ano passado no nosso blog já dedicámos alguns artigos a este curso. Poderá revê-los aqui:

Hoje partilhamos uma experiência de uma formanda deste curso:

Antes de mais em primeiro lugar gostaria de agradecer à escola Master D por me ter dado a oportunidade de ter tirado este curso, em segundo ao Hospital Veterinário por me ter recebido e de aprender mais, muito mais. E claro à minha Família e amigos por me terem ajudado nesta etapa da vida. A todos o meu muito obrigado!

Formanda em estágio

A minha experiência como estagiária foi muito positiva a todos os níveis, aprendi muito. No início custou-me muito a adaptação, chorei mas também me ri bastante e com o tempo tudo passou, hoje tenho saudades e ainda só passaram uns dias do final do estágio. Ficaram principalmente 3 coisas marcadas do qual nunca me vou esquecer: uma das quais foram estas lindas cadelinhas (fotografia) que foram abandonadas à porta do hospital e que felizmente conseguimos arranjar uma família para elas! A segunda foi a gatinha Emily pois foi o primeiro animal com o qual me deparei logo no primeiro dia de estágio e que foi violentamente atacada por um cão, indo para cirurgia para ainda hoje poder sobreviver. O terceiro foi um cão de raça Labrador que chegou ao hospital (…) e teve de ser operado de urgência. (…) hoje é feliz…

Como podem ver tenho todas as razões para gostar destes lindos\as “patudos\as”, gostava de continuar a fazer isto no meu futuro profissional.

Agora como opinião pessoal não consigo perceber como é que há pessoas que abandonam os seus animais de estimação pois eles são amorosos, são os nossos melhores amigos!! Se não podem tratar deles não adoptem nem comprem. POR FAVOR NÃO OS MALTRATEM!

Ana Martins – Sever do Vouga

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *